Casa de Cura Holística

O Salão de Beleza da Alma

CASA DE CURA HOLÍSTICA

é um tipo de SALÃO DE BELEZA DA ALMA com o objetivo de aumentar o amor próprio das pessoas participantes.

Você quer entender como elevar sua autoestima e impactar todos os âmbitos da sua vida? Nessa página você vai ficar por dentro de tudo! CONHEÇA!!!

Oferecemos vivências a/ao participante que facilita a transmutação de emoções negativas em positivas, através do autoconhecimento, tirando as lições para seguir em frente, em equilíbrio, sempre evoluindo!

Alquimista do meu Ser

Alquimista = Quem pratica Alquimia

Alquimia = Química da Idade Média, que consistia na busca da pedra filosofal, capaz de transformar metais em ouro, e da panaceia (“remédio para cura de todo o Mal”), ou o elixir (“bebida mágica”) para uma vida longa.

Como?

  • Oficinas de Autoconhecimento – aprofundamento técnico da metodologia Ampola Mágica da Autoestima
  • Palestras sobre diversos temas
  • Exibições de filmes, rodas de conversas, grupos de estudos e outros eventos
  • Orientação individual

Autoconhecimento

É um trabalho pessoal para saber quem você é e quem você quer ser;

Pra entender como você se sente consigo e perante o mundo;

aprender a nomear seus sentimentos e emoções;

identificar quais são seus gatilhos emocionais, seus talentos e desafios.

O autoconhecimento é uma prática constante e, quanto mais você se conhece, mais consegue entender suas reais necessidades e traçar objetivos mais coerentes com sua essência e missão.

Só conseguimos melhorar um aspecto em nós, quando temos consciência disso, quando temos consciência de que precisamos fazer um movimento em busca de uma solução para questões, sem ignorar que somos capazes de superar os limites que nos cercam.

Por quê?

Responda você… por que você iria querer se conhecer, purificar suas emoções, revisitar e curar traumas do passado, conhecer quem você realmente é e manifestar sua melhor versão? Talvez a questão seja…

Você tem Coragem?

 

Relaxe… Confie na Ampola Mágica da Autoestima!

Entre em contato

Mais sobre a Metodologia

Ampola Mágica da Autoestima

é a metodologia utilizada nos Processos de Autoconhecimento do Alquimista do Meu Ser. A Ampola possibilita detectar e solucionar problemas de nossas vidas em quaisquer aspectos e o amor próprio aumenta a cada desafio superado. É nosso antídoto para a baixa autoestima. A metodologia parte do princípio que todas as respostas que o indivíduo precisa encontram-se dentro dele.

Do pouco que conhecemos sobre a mente humana, sabemos que temos o consciente e o subconsciente. Com o consciente fazemos escolhas, criamos, nos relacionamos… já o subconsciente é a parte da mente responsável pela programação que roda de fundo. A Ampola Mágica da Autoestima colabora com o processo de autoconsciência do indivíduo para detectar quais programações limitantes existem no subconsciente para que possa escolher substituí-lo por programações possibilitadoras.

Os atendimentos individuais proporcionam a expansão da consciência e cura, além do despertar do caminho da autocura do Alquimista que se interessar por ir a fundo no Sistema de Gerenciamento de Questões Pessoais.

Para começarmos a criar uma mentalidade com foco nas soluções, consideramos premissas como autoconsciência; auto-responsabilidade; auto-carinho; se uma pessoa conseguiu, eu também consigo; viver o agora; sempre questionar verdades absolutas; foco no que quer; prática de atitudes nobres; intenção positiva; resiliência; gratidão; identificar as resistências e estado mental adequado.

buddha-statue

No estado de relaxamento que a meditação proporciona, seguindo as premissas e analisando a questão de uma forma profunda, ficamos abertos para receber ideias novas, decidir mudar padrões negativos e aceitar fatos que tiram nossa energia. Ao olhar a questão com foco na solução, os desafios da vida se tornam mais leves e podemos viver com mais plenitude.

Instruções de Uso

O primeiro passo é você definir qual questão será trabalhada com o uso da Ampola. Pergunte-se: O que você mudaria na sua vida?

Depois você vai analisar sua questão com carinho e cuidado seguindo as orientações da Bula da Ampola.

Com todos os fatos sobre a questão, você vai estabelecer uma estratégia de como resolve-la.

Ao estabelecer a estratégia, você vai ter uma lista de ações a serem feitas para realizar a meta, que é resolver a questão analisada.

Você vai verificar o resultado. Observe-se: você se sente melhor em relação a essa questão? Ela ainda te trás conflitos?

Se o resultado não for satisfatório, você deve voltar e analisar a questão de forma minuciosa, sem deixar faltar nada. Vai rever com cuidado o que de novo precisa ser considerado, vai elaborar uma nova estratégia e realizar novas ações ou otimizadas.

Se você experimentou leveza, satisfação, sentimentos bons, emoções positivas, são sinais de que a estratégia funcionou e os resultados foram coerentes com o que se buscava. É hora de celebrar e agradecer!

Ao celebrar e agradecer, o ciclo se fecha e a Alquimia é realizada! Uma nova realidade é criada a partir dessas mudanças de paradigmas!

Use sem moderação, até você atingir o resultado esperado

Mas calma, muita calma no processo.  

Como Analisar uma Questão

(Bula da Ampola Mágica da Autoestima)

Vontade de mudar

A zona de conforto é muito confortável mesmo, por isso tem esse nome! Mas nem sempre é o que te fará mais feliz. Querer mudar de verdade algo que não vai bem é a premissa mais básica para a Ampola funcionar, pois é sua determinação em melhorar que irá levar você a alcançar seu objetivo, que é ter mais autoestima e ser alguém melhor!

Autoconhecimento

É essencial procurar saber quem você é e quem você quer ser; entender como você se sente consigo e perante o mundo; aprender a nomear seus sentimentos e emoções; identificar quais são seus gatilhos emocionais, seus talentos e desafios. O autoconhecimento é uma prática constante, quanto mais você se conhece, mais consegue entender suas reais necessidades e traçar objetivos mais coerentes com sua essência e missão.

Auto-responsabilidade

Por mais que você não goste da realidade que está manifestada em sua vida no momento, você deve assumir toda responsabilidade para você. Você pode considerar que sua realidade está estabelecida assim por conta de suas escolhas feitas de forma consciente ou inconsciente. Dessa forma, você assume o controle da sua vida e pode fazer algo pra mudar, no único momento existente, o Agora! Não que as outras pessoas não tenham responsabilidade, mas você só pode mudar a si. Pode ter certeza que, aos poucos, as pessoas ao seu redor vão melhorar suas condutas também.

Auto-carinho

Quando você errar, deve se tratar com amor; quando você falhar, deve se compreender; quando fizer algo que não queria, peça perdão e se perdoe; quando você prejudica alguém, ainda assim é digna/o de perdão, pois você tenta corrigir; se repete o erro, aprende a lição de forma mais dura, até aprender de vez; quando você aprende, evolui – e você sempre deve se tratar com carinho, independentemente de qualquer coisa.

Se uma pessoa conseguiu, eu também consigo
Acreditar e ser otimista. No agora tudo é possível, principalmente resolver minhas questões pessoais. Se uma pessoa conseguiu, eu também consigo. Basta eu ter um objetivo em mente bem estabelecido e trabalhar incansavelmente para atingir a meta. Se precisar, até estudo os comportamentos e mentalidade de quem conseguiu algo que almejo. Parece fácil desistir de nossos sonhos porque alcançá-los é difícil, mas é muito mais sofrido viver sem plenitude – a persistência vale a pena.
Foco no que quer / Objetivos
Falando em alcançar objetivos, é importante que eu saiba o que quero, que eu estabeleça objetivos claros em minha vida, analise onde estou e saiba aonde quero chegar. “A derrota temporária deve ter apenas um significado: a certeza de que existe alguma coisa com a execução do seu plano. A derrota jamais diz respeito aos objetivos que você estabeleceu, apenas ao método que você está utilizando”. Ou seja, se você já sabe o que quer, se o objetivo traçado faz sentido para seu coração, se é uma necessidade do seu Eu Maior, se não está dando certo, não precisa desistir do objetivo, basta recalcular a rota para alcançar. Errar é ótimo: mostra como NÃO fazer.
Viver o agora - o passado passou e o futuro ainda não chegou
Eu consigo entender que os fatos do passado podem ficar no passado quando eu aprendo as lições, quando eu decido seguir em frente. Eu vivo o Agora da melhor maneira possível para construir um futuro melhor, e neutralizar minhas escolhas do passado que estiveram em desarmonia com meu caminho. Eu escolho viver um agora feliz, em paz e próspero.
Promessas e compromissos que envolvem os outros
Nem sempre promessas e compromissos nos limita, mas se algumas nos fazem sofrer no Agora (único momento que tenho pra ser feliz), nesse caso, é importante que procuremos nos libertar disso. A ideia de que tudo está em constante mudança nos traz a percepção de que precisamos nos abrir para o novo, nos livrando do velho. Promessas feitas que não foram cumpridas, compromissos que são desfeitos, erros que cometemos ou cometeram conosco são amarras, precisar deixar ir.
Questionar a si e o mundo
não aceito verdades absolutas que me limitam, não aceito regras sem motivos, não aceito minhas limitações mentais quando se trata de um objetivo que eu tracei, não aceito que me digam o que fazer, não aceito ser vítima de uma situação – por isso eu questiono tudo: me pergunto as razões, os motivos, vou além do que posso sentir com meus sentidos físicos, eu sempre vou em busca de respostas, ou de mais perguntas. Sair da zona de conforto.
Prática de atitudes nobres
O ser humano valoriza muito o amor, a harmonia, a paz, o sossego… e porque a gente, muitas vezes, segue tratando os outros de maneira agressiva, sem compaixão, sem tolerância? É importante que vejamos o outro ser humano como um espelho de nós mesmos, e que, assim como nós, saibamos que o outro também erra sem querer, e se erra de propósito é porque não está bem. Ninguém acorda super feliz, grato e satisfeito e trata as pessoas mal, faz as coisas pro mal. Praticar atitudes nobres é praticar a compaixão, o não-julgamento, o perdão… quais outras atitudes nobres poderíamos colocar aqui?
Intenção positiva
Minha mente é muito evoluída, uma máquina avançadíssima que a tecnologia do homem não consegue alcançar. Se estou estagnada em alguma situação é porque minha mente acredita que essa estagnação protege minha sobrevivência, meu bem estar e minha evolução. Porém, sei que minha mente nem sempre está alinhada com meu propósito mais elevado e, o que ela acredita ser uma proteção, pode ser um bloqueio desnecessário, pois sei que para evoluir preciso nos arriscar e sair da zona de conforto. Ou seja, minha mente está tentando me ajudar e posso encontrar intenções positivas em todos os meus bloqueios. Quando detecto essa intenção, posso ressignificar meus conceitos sobre o mundo e evoluir. Todos os meus comportamentos possuem uma intenção positiva, elaborada pela nossa mente. Ao detectar a intenção positiva em um comportamento contraprodutivo para a realização dos meus objetivos, posso escolher sanar essa necessidade de outras formas e criar novos comportamentos.
Resiliência

Quanto mais maturidade, consciência e conhecimento de ferramentas para lidar com situações tensas, com mais leveza posso viver. A resiliência é a capacidade de eu voltar ao meu estado natural após de passar por situações adversas.

 Gratidão: meus sentimentos e emoções são vibrações, quanto mais conscientes deles, mais aberta estou para as soluções poderem chegar. Quando escolho vibrar gratidão a partir de estímulos conscientes – auto sugestões, a partir da valorização do que existe de bom na sua vida, eu consigo atrair mais coisas boas.

Resistências
O que me impede, muitas vezes, de analisar uma questão com assertividade são pensamentos (que geram sentimentos) negativos. São remorsos, mágoas, inseguranças e medos ainda não trabalhados por mim. Para ressignificar cada um é importante que eu tenha ciência que os fatos do passado não precisam ser revividos, e é muito mais produtivo tirar lições deles, aceitando-os como fatos que são impossível de mudar, mas que não é preciso mais vive-los. Para isso, encontrar as lições e fazer escolhas conscientes de como agir a partir de agora.
Autocontrole
Regra de Ouro – DON’T PANIC – não entre em pânico: respiro, sinto, observo meus sentimentos negativos e faço tudo que puder para manter a calma. A princípio, isso não faz a questão sumir, mas com emoções negativas à flor da pele a questão se torna maior. Após manter a calma, mesmo com o problema ainda ali, é importante olhar a questão com a imparcialidade de um juiz, me desidentificando e me afastando da questão, para que as soluções se façam presente com mais facilidade. A prática da meditação auxilia este processo.

Idealizadora e facilitadora

Gabriela Pagliuca, vulgo Gabitopia, é artista e facilitadora de processos de autoconhecimento. Formada em comunicação social e terapia holística, criou o programa Alquimista do Meu Ser a partir de uma metodologia própria com o objetivo de incentivar o mergulho no Ser interior de cada Aprendiz.

Gabitopia escreve no blog homônimo, adora questionar a todos e a si, é terapeuta energética e aprendiz de Alquimia. Sua missão é compartilhar o pouco que compreende da realidade a partir de sua experiência em seu blog, oficinas, atendimentos, cursos, palestras e suas redes sociais.

Blog | Facebook | Instagram

gabitopia@gmail.com

13 98131-0537

Deixe uma mensagem

https://www.youtube.com/watch?v=nY1sKsTm2Bc&list=PLTXNRIck2L1C_H6ijZKAMa4LbwMwQzoaK